quarta-feira, 28 de fevereiro de 2007

Professora agredida

Mais uma professora agredida, agora na escola do Cerco, no Porto. Foi fora da escola, mas isso não diminui a gravidade da questão. As agressões a professores vêm a aumentar exponencialmente e não tem havido uma estratégia clara para combater o fenómeno, que veio para ficar, se nada for feito em contrário.
Para além das responsabilidades óbvias do Ministério da Educação, cada escola/agrupamento tem de assumir as suas, sobretudo através de medidas preventivas que não constituam meros paliativos para ir varrendo o lixo para debaixo do tapete.