domingo, 7 de outubro de 2007

O Presidente e os professores

O Presidente da República, cuja sensibilidade política e sentido de oportunidade, são conhecidos, veio dar um sinal, no seu discurso das comemorações do 5 de Outubro, de que é necessário dar mais atenção aos professores.
Elementar, dirão alguns. Justo e oportuno, digo eu. Há muito que se tornava necessário que alguém, com sentido de estado, colocasse o dedo na ferida aberta pelos enxovalhos à classe docente.
A esmagadora maioria dos professores sentem-se desmotivados , ofendidos e agredidos. Talvez alguns exagerem na vitimização, mas têm razão no essencial.
É urgente redignificar a classe docente até porque os insucessos do sistema resultam mais das políticas do que de quem as põe em prática.
Convém, no entanto, não esquecer que a dignidade não é uma benesse, mas uma conquista do próprio.