domingo, 24 de fevereiro de 2008

O espelho do nosso (sub)desenvolvimento

O Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior publicou um documento com elementos estatísticos sobre diplomados habilitados com formação superior. Claro que o documento se presta a ser explorado como cada um melhor entenda e para o Ministro parece que o essencial é assinalar o desajustamento entre formações e mercado de emprego.
Mas há outras evidências, a principal das quais é a debilidade da formação da população portuguesa e o longo caminho que ainda temos de percorrer até conseguirmos chegar ao nível dos nossos parceiros. Os números impressionam, apesar de não serem novidade.
Espreite o site pois vale sempre a pena conhecer a realidade, por mais desagradável que ela seja.