quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008

O Instituto Politécnico de Leiria aprova novos estatutos

A Assembleia Estatutária aprovou hoje os novos Estatutos do Instituto Politécnico de Leiria, na sequência da vigência do Novo Regime Jurídido das Institutições de Ensino Superior.
É um dia histórico para o Instituto. Os novos estatutos configuram um novo paradigma de governo em que a eficiência da gestão e a eficácia dos resultados a par da prestação de contas são pontos capitais do novo ordenamento estatutário.
Os estatutos ainda em vigor, os novos aguardam agora homologação por parte do Ministro da Ciência e do Ensino Superior, fundam-se no princípio da representatividade democrática electiva dos órgãos de governo, com excepção do Conselho Científico, integrado por todos os professores de carreira.
Os novos estatutos prevêm a eleição do Presidente do Instituto por um Conselho Geral, representativo da comunidade académica e integrado por personalidades exteriores ao Instituto, presidente que passa a ser o equivalente a um CEO de uma empresa privada, com vastos poderes de gestão e de nomeação dos restantes dirigentes, apostando-se num modelo mais próximo das organizações empresariais.
O Instituto deixa de ser uma federação de escolas (modelo actual)para passar a ser uma organização autónoma integrada por escolas e outras unidades orgânicas de ensino e investigação, bem como serviços administrativos e de apoio aos alunos.
Em grande medida o modelo agora adoptado já vinha a ser implementado experimentalmente desde há mais de um ano e só isso permitiu que o IPLeiria passe a ser o primeiro instituto com novos estatutos aprovados pela respectiva Assembleia Estatutária.
A aprovação dos novos estatutos é um passo de gigante no robustecimento do Instituto e do seu projecto de ensino, formação, investigação e desenvolvimento, um marco para a vida interna da instituição e uma mais valia para a comunidade.