sexta-feira, 30 de maio de 2008

2 milhões de pobres

Eu sei que quem governa o país é o Partido Socialista. Também sei que, historicamente, os partidos de matriz socialista estão mais próximos dos mais desfavorecidos e é suposto implemetarem políticas com um pendor social mais acentuado exactamente para corresponder aos interesses dos que constitutem a sua base de apoio e neles se revêem. E sei ainda que, sendo tudo isto verdade, nem sempre as coisas se passam como era suposto acontecerem.
Então... gostava de perceber onde param as preocupações sociais deste governo, não me refiro aos pequenos apoios a isto e àquilo, mas a verdadeiras políticas que defendam os fracos, os desempregados, os mais carentes, enfim, os que esperam dos socialistas que os defendam melhor do que um governo ancorado noutros sectores sociais.
Um país com 2 milhões de pobres exige políticas ousadas no sentido da afirmação de mais justiça social, mais igualdade, mais apoios aos carentes e desempregados. É tempo de inverter políticas que reduzem direitos e nível de vida e deixam prosperar maiores assimetrias sociais.