terça-feira, 6 de maio de 2008

Avaliação paritária

Na comunidade científica a avaliação de professores é, sobretudo, uma questão técnica, mas para o ME, depois de toda a balbúrdia que ele mesmo criou, a avaliação de professores passou a ser uma questão, sobretudo, laboral.
A Comissão Paritária (13 representantes sindicais e 13 representantes da Administração Educativa) vai "preparar a negociação de eventuais alterações".
Os especialistas da educação não são para aqui chamados, de um lado está o Governo e quem o representa, do outro os representantes dos professores sindicalizados. Os professores que não se revêem no Governo nem nos sindicatos ficam sem representantes.
É tudo uma questão de representatividade. Quanto à avaliação, é como a arbitragem, somos todos especialistas. Como diz a canção "Cá vamos, cantando e rindo...".