quinta-feira, 1 de maio de 2008

Manuela Ferreira Leite

Depois da experiência com Maria de Lurdes Rodrigues só faltava aos professores o regresso à ribalta de Manuela Ferreira Leite.

Talvez muitos já não se lembrem, mas enquanto Ministra da Educação de Cavaco Silva (1993-95) também não deixou boa memória. Adepta do exercício musculado do poder pouca consideração demonstrou pelos professores e pelas escolas, tendo inclusive garrotado economicamente as escolas profissionais, que então estiveram meses e meses sem receber um cêntimo, lançando gente no desemprego e diminuindo a qualidade da formação.

No geral o sistema sofreu com a gestão de Ferreira Leite que, em comum com Lurdes Rodrigues, parece ter um desprezo de estimação por direitos dos professores e olha com indiferença para o essencial da governação democrática - o respeito pelos parceiros sociais - o que ficou amplamente comprovado quando sob a direcção do Primeiro Ministro Durão Barroso foi Ministra de Estado e das Finanças.

Manuela Ferreira Leite, para além de candidata a Presidente do PSD, é aspirante a Primeira Ministra, o que justifica uma evocação dos tempos em que foi Ministra. Como dizia a canção "para pior já basta assim".