sexta-feira, 30 de maio de 2008

O dragão chinês e a união ibérica

Um grupo de alunos do 12.º ano procurou-me para ouvir as minhas opiniões para um trabalho. A sua tese era ingenuamente imbatível; os chineses estão a tomar conta do nosso comércio e a solução é unirmo-nos aos espanhóis.
Bom, este não é o ponto, mas fica a ideia estimulante da união ibérica, já em curso em muitos domínios e inevitável para um conjunto de povos com um património histórico e geográfico comum.
Quanto à China, a caminho de se tornar a maior potência mundial do século XXI, não pode ser vista como uma ameaça, mas como uma oportunidade. Como diz Toffler “A China é agora parte de todos nós”.


In Região de Leiria, 30-05-08