sábado, 28 de junho de 2008

AECs para que te quero

O Sr. Vereador do Pelouro da Educação da Câmara de Leiria afirmou ontem, em plena reunião da Assembleia Municipal, que os responsáveis dos vários agrupamentos do concelho lhe manifestaram opiniões muito desfavoráveis relativamente às Actividades de Enriquecimento Curricular, considerando-as uma péssima solução e uma alternativa sem qualidade. Inclusivamente relatou que muitos alunos não tiveram uma aula de Inglês durante todo o ano.
A estatização dos ATL nunca podia ser uma boa medida, mas é urgente avaliar o que se fez e o que se está a pensar fazer para não se vender gato por lebre aos alunos e aos pais.
Mas atenção, a solução não é curricularizar as AEC, é encontrar soluções flexíveis por agrupamento e dar-lhe maior autonomia para se auto-organizarem nesta área.
Aqui está um domínio em que a intervenção das câmaras em vez de melhorar o sistema, o pode piorar. Por favor aprendam com as más experiências e não se esqueçam do que está a acontecer quando pensarem nos funcionários que passaram para as autarquias e na crescente influência destas nas escolas, nomeadamente com o novo decreto da gestão.