sexta-feira, 6 de junho de 2008

Os portugueses pobres

Os pessimistas dizem que há dois milhões de portugueses pobres, os optimistas admitem ser apenas um milhão e oitocentos mil. Em todo o caso são imensos.
O mais importante é que para além das estatísticas estão pessoas, idosos, gente de meia-idade, jovens, crianças, famílias que não conseguem auto sustentar-se, situações sociais terríveis, fome e privações de toda a espécie.
A pobreza não é uma realidade virtual, está mesmo aqui ao nosso lado, dá-nos os bons dias, cruza-se connosco na rua e, sobretudo, nas consciências. Apesar de tudo há quem durma descansado. É este o país que queremos?