domingo, 6 de dezembro de 2009

A face oculta da justiça

No Império Romano apaziguava-se a tensão social com “pão e circo”. Agora, os processos judiciais envolvendo gente dos negócios e da política, transformados em reality shows, fazem papel idêntico.
A cereja no topo do bolo é haver a possibilidade de envolver o Primeiro-ministro, pelo que nunca falta um primo, um amigo ou um correligionário político indiciado e chamado a depor.
A descredibilização das instituições vai corroendo a vida social e o sistema político e a corrupção, que parece imperar na sociedade, aninha-se também na polícia e nos tribunais, onde não há processo em segredo de justiça que não se torne alimento das fogueiras das vaidades mediáticas.