sexta-feira, 16 de abril de 2010

Professores em risco

Um centro de investigação inglês acaba de publicar um relatório preocupante sobre a saúde dos professores; sofrem de depressão, taquicardia e distúrbios alimentares e apresentam forte tendência para o suicídio.
As causas são, sobretudo, o excesso de trabalho e o mau comportamento dos alunos. A situação é agravada pelo facto de os professores em risco “não terem apoio das direcções das escolas, dos seus coordenadores e do sistema como um todo.”
Um líder sindical defende que “se os professores necessitarem de usar a força para salvaguardar a segurança, devem fazê-lo”. É certo que falamos de Inglaterra. E por cá, é muito diferente?